quinta-feira, 8 de março de 2018

Da saudade

❤❤

Há saudades que não passam, nem aliviam.
Há saudades que já o são mesmo antes de serem saudades. Nascem no medo da perda. Na consciência de que nada é eterno.
Há saudades que não passam, nunca! Alimentam-se de si mesmas. 
E há dias piores onde o silêncio não cabe, mas também não cabe mais nada.
Há dias melhores, onde só cabem as memórias... é das poucas coisas boas que doem: as memórias de dias felizes, dos momentos únicos, do que podíamos ter sido…

Há saudades que com o tempo já fazem parte integrante de nós, já moram no coração, no preciso lugar onde o amor fica guardado, quando tudo o resto já foi.
Guardamos religiosamente essas saudades. Agarramos-mos a elas com paixão.
Viver chega a ser miserável, porque não nos permite gravar mais de alguém do que o humanamente possível. E tentamos e tentamos não esquecer…
Mas um dia o cheiro, a expressão do olhar ou o mero gesticular cedem perante o tempo… Aquele que passa é um ladrão que jamais se consegue apanhar!

❤❤❤



❤❤❤

2 comentários:

  1. Há saudades, por te saber por aqui.

    ResponderEliminar
  2. Uma definição de saudade sensacional....
    Há saudades.... que são como as doenças como as varíolas:
    Se não matam imunizam... mas deixam a marca ostensiva...
    Beijos... prazer em te ler!!!

    ResponderEliminar