sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

bolas, bolas, bolas




Esta urgência em te rever, mata-me.. 

bolas, bolas, bolas

não era nada disto que eu estava a precisar agora, ou era?


não quero saber. Só quero rever-te. Conto as horas que faltam. 

bolas, bolas, bolas


Quando a hora se aproxima, as borboletas esvoaçam loucamente na minha barriga. 

Depois chegas com um sorriso e abres-me a porta do carro
Entro e estou rendida a ti até serem horas de me levares de volta
Despeço-me feliz porque sei que vai haver mais!!!


Passado pouco tempo, volta a urgência, a urgência em me aninhar nos teus braços, a urgência do teu calor, do teu cheiro. O sabor dos teus beijos!!! 

bolas , bolas, bolas



era mesmo disto que eu precisava agora......

bolas, bolas, bolas pra isto tudo......
mas estou feliz :)




4 comentários:

  1. "mas estou feliz"...isto diz tudo e nada mais merece importância,a vida e demasiado curta para que não aproveitemos estes momentos únicos e raros ao máximo,por isso...sê feliz o resto é irrelevante

    Beijos

    ResponderEliminar
  2. bolas, bolas, bolas ;) um beijo grande para ti amiga, disfruta.

    ResponderEliminar
  3. É pá... Bolas!!!! Mas, que se lixe. O importante é estares feliz!

    ResponderEliminar
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar