sexta-feira, 23 de agosto de 2013

Tenho um medo




Tenho um medo:
Acabar.

Não entendo que acabo todos os dias.
Que morro no amor,
Na tristeza,
Na duvida,
No desejo.

Mas renovo-me todos os dias.
No amor,
Na tristeza,
Na duvida,
No desejo.

Sou sempre outra
Sou sempre eu própria
Morrerei por idades imensas

Até não ter medo de morrer.  E então serei eterna




3 comentários:

  1. Não concordo. Vives no amor, na tristeza, na dúvida e no desejo. É a única forma de se viver, aliás. Quando assim não for considera-te morta!
    Boa inspiração. Continua. Queremos mais!

    ResponderEliminar