terça-feira, 16 de abril de 2013

Amar tanto






Amar tanto tanto, tal como o vento que se ergue tempestade, preso à força e longe do tormento. Amar-te diante dos teus olhos. Não há céu ou tempo quando o tanto e tanto é esta inquietude. Esta vida, este instante, este momento.

Sem comentários:

Enviar um comentário