sexta-feira, 23 de junho de 2017

Sapos e Príncipes



Quantos sapos temos que beijar até encontrar o Príncipe? 
(Pergunta para queijinho!!)

Não há nada pior do que ficar entusiasmado com alguém, conhecê-lo, permitir-se perder-se em nas suas fantasias , para depois descobrir que, não importa quantas vezes se beijar o sapo, ele nunca se vai tornar no Seu príncipe…

A maior verdade sobre encontrar o seu príncipe versus encontrar simplesmente outro sapo é, que a maioria dos sapos tem potencial para ser o príncipe de alguém, mesmo que eles não sejam príncipes para si. A maioria dos gajos que se idolatra à distancia, que se ouve que é um príncipe encantador , talvez seja um outro sapo , se fosse namorar com ele.

Isto acontece porque há várias nuances quando se trata de pessoas e nunca há certezas. A maioria das pessoas está no meio termo e pode florescer ou afundar num relacionamento, dependendo do parceiro que escolherem. Isso vale para qualquer um, independentemente do género ou identificação sexual.

As relações são uma colaboração entre duas pessoas. Ambas as pessoas vão trazer algo de único para a relação e a forma como as coisas se juntam, ou não, acabará por determinar o sucesso ou o fracasso da relação, muito mais do que a chamada qualidade dos indivíduos envolvidos. Porque a maioria das pessoas até podem ser pessoas de qualidade, mas isso não faz delas um bom parceiro.

Eu própria já fui um sapo horrível e desagradável para alguns parceiros e uma linda e doce princesa outros!! Não é porque eu tenha procedido de maneira diferente de um relacionamento para outro. É porque cada relacionamento é completamente diferente e alguns podem trazer o melhor de nós e outros podem trazer o pior , sendo que a maioria também não trás nada…


Somos capazes de transformar um sapo num príncipe com um único beijo, ou desejando que o seja ou se faça algo mais por isso. Mas deve-se sempre manter a mente aberta para que alguém que se possa pensar ser um sapo, enquanto estava no “charco” de outra pessoa, pode ser o Daddy delicioso que se espera. Cada sapo tem esse potencial, eles só precisam do parceiro certo para permitir que esse potencial seja realizado.


sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

Note to self : tu tem juízo!!!







Pois é…. O que tem que ser parece que tem muita força

Ainda há uns tempos, dei por mim a pensar que o caso estava definitivamente arrumado. Pois parece que não. Houve nova dose. E que dose! 

O que eu ainda não percebi é se fico toda partida pelo que me esforço ou se é mesmo por levo uma grande “tareia”  …

Seja como for, é excelente, sempre excelente. É o toque, é o cheiro, é a voz…. . É tudo . É inexplicável. É o que é !


Depois fica sempre aquela vontade por mais, muuuuuito mais ….


Ai, ai!! Tu tem juízo que já tens boa idade para isso, ok?



sexta-feira, 21 de outubro de 2016

terça-feira, 18 de outubro de 2016


ou

CENAS sobre MIM



(... ou porque as pessoas interessantes que fazem coisas interessantes, nos conseguem pôr a fazer coisas interessantes e acreditar que talvez tenhamos algo interessante...)

- Chamo-me Sofia. Se fosse um animal seria uma cadela vadia. Ou uma leoa!

- Sou de Lisboa, a única cidade onde podia viver, a par com Barcelona, mas vivo em Oeiras.

- Sou completamente urbana mas quando preciso de fugir , sigo sempre na direcção do mar.

- Gosto de comida picante. Foi um feito do palato já em idade adulta

- Gosto da noite. De jantaradas. De beber uns copos.

-Gosto de Dançar. Muito. Perco-me a dançar. A maneira mais saudável e eficaz de me libertar

- Interessam-me culturas diferentes da minha.

- Admiro e não resisto à vulgaridade sincera nas coisas e nas pessoas. Os humanos ainda não deixaram de me surpreender

- Gosto de pessoas mas não tenho pachorra para gente chata

- Gosto de homens e gosto deles para tudo o que é sagrado e para tudo o que é mundano.

- Tenho uma grande sensibilidade musical embora não saiba tocar uma única nota de música.

- Sempre gostei de correr riscos. Sou atrevida. Já venci e já fui derrotada. Já tive muito e já tive nada.

- Tenho mau feitio. Sou refilona. Se sinto que tenho razão, ninguém me cala, ninguém me trava

- Embirro com algumas pessoas. Umas por razões que não sei explicar, outras apenas pelo facto de respirarem

- Também embirro com quem deliberadamente assassina a língua de Camões

- Acredito que cada um de nós carrega em si uma pilha de coisas e que isso é o seu SEGREDO. Contam-se pelos dedos de uma mão as que conhecem o meu.

- Permaneço alerta: sei que sou viciosa. E algumas vezes viciante.

- Sou permanentemente gulosa mas não por doces!

- Gosto do alternativo

- Gosto de detalhes, pormenores e coisas assim. Habitualmente vejo o que os outros não vêm e posso não reparar no que está mesmo na minha frente.

- Para mim tudo é subjectivo á excepção do Amor verdadeiro.

- Sou Mãe. A melhor que posso e que consigo ser. De resto, a minha filha é tudo e não existe nada acima dela. Mas também já lhe falhei algumas vezes.

- Gosto de partir à aventura sem destino traçado. Ir até onde o instinto me guiar, sem qualquer meta e chegar ao fim cansada mas feliz.

- Gosto do flirt. E de mistério e principalmente de pessoas enigmáticas.

- Cada vez tenho mais consciência do pouco que sei. Isso tem feito com que seja mais humilde.

- Gosto de ouvir alguém falar com a segurança de quem sabe o que diz.

- Sou romântica mas odeio tudo o que seja "kutchi kutchi”, lamechas e piroso. Sou sexual.

- Já vivi muitas vidas aqui e no Reino da Fantasia, onde me refugio sempre que posso.

- Sou uma eterna miúda, com tendências “bratty”

- Sou addicted em saltos altos

- Por muitos motivos sou alérgica a mentiras principalmente quando mentimos a nós próprios. Não gosto, portanto, de mentiras, prefiro as verdades difíceis. De resto, naquilo que não é essencial, até por preguiça, sou uma fácil

- Tenho um maravilhoso e omnipresente anjo da guarda que cuida de mim

- Prefiro ter tempo a ter dinheiro. E cada vez tenho menos tempo e menos dinheiro.

- Acredito que tudo depende da capacidade de SONHAR.

- Tenho muitos fãs (aka inimigos), seguidores e conhecidos às catadupas. Mas também tenho Amigos para toda a vida.

- Acredito em Deus. Acredito que a alma é eterna.

- Não tenho heróis. Tanto na ficção como na realidade, seduzem-me mais os anti-heróis.

- Gosto de bad boys.

 - A normalidade assusta-me

- Tenho um lado sombrio do qual nem sempre me orgulho

- Sei exactamente o que quero. Posso é deixar de querer!

- Acredito no Futuro. Acredito que todas as pessoas podem aprender e mudar.

- Já perdi o controlo e não gostei

- Já magoei e fui magoada. Também já perdoei e espero ter sido perdoada

- Sou capaz e já fiz coisas excepcionais.

- Gosto de “roubar” cenas e gosto que me roubem o coração.
;)


quinta-feira, 18 de agosto de 2016

Dos Amigos




A reboque das redes sociais, a palavra AMIGO está cada vez mais banalizada….

O simples facto de se ser amigo de alguém no facebook, por exemplo, já dá direito a ser chamado de amigo !!! Grande falácia…. Tenho lido em alguns artigos que há estudos feitos que demonstram até, que a maior parte dos nossos “amigos” das redes sociais, nem sequer gostam de nós! Pasme-se… . mas é a dura verdade… Apenas querem saber o que se passa na nossa vida para poderem criticar, invejar, etc. Ou seja; têm algum interesse obscuro em estar na nossa rede de amigos e só.
Para mim, os amigos são aquelas pessoas que conheço bem e que me conhecem bem a mim. São aqueles que aparecem sempre quando são precisos. São os que ouvem as nossas alegrias e tristezas e as sentem como suas também. São os que nos “dão na cabeça” quando precisamos. São os irmãos e irmãs que não tive. São a família que se pôde escolher.
Depois há os “amigos dos copos”. São os porreiros com quem se vai para a farra! Alguns destes, após algum tempo, poderão “subir “ à categoria de amigos. Mas a maior parte deles mantém-se onde começou.
Depois há os “amigos conhecidos”. Conheço-os mas entre nós não há qualquer espécie de confiança. São as pessoas que nos pedem amizade no facebook e noutra rede qualquer eventualmente porque estiveram connosco uma vez e acham interessante coleccionar mais um amigo!!
Depois há os BFF (Big False Friend) vulgo, “amigos interesseiros ou oportunistas”.São aqueles que durante um período limitado de tempo querem, nem que seja á força, ser os nossos melhores amigos. Acabámos de nos conhecer mas é como se tivéssemos andado juntos desde a infantil. Estão sempre cheios de preocupações com a nossa pessoa e são abundantes de palavrinhas queridas que acham que queremos ouvir. Dizem que estarão sempre lá para nós mas, na realidade, estão-se bem a borrifar!!. Ou seja; querem apenas tirar alguma vantagem (como dizem os brasileiros) da suposta amizade. Retirada a vantagem, desaparecem como fumo. Ou então, se as suas verdadeiras intenções acabam por se revelar, lá cai a máscara. E desengane-se quem pensa que está livre desta espécie de pessoas por considerar que nada tem. Experimentem ter um problema grave e pedir-lhes ajuda ….. Esta é, sem dúvida, a pior espécie de gente seja real ou virtual. Distancia deles!!!! São os mais tóxicos e eventualmente prejudiciais
Depois há os outros amigos virtuais todos que, quanto muito, se viu uma vez. E porque devem ter uma vida muito triste, são os Kings e Queens  dos likes e dos coments fofinhos. Haja paciência…..
É assim que “divido” as pessoas que conheço.
Por causa disso, sei que há quem me considere uma convencida. Nada disso! A questão é que para colocar alguém na categoria de Amigo, há que passar uma série de fases, em que a relação vai crescendo e se vão encontrando ideias e pontos em comum. Coisinha que leva o seu tempo...
Vejo pessoas com 2000, 3000 amigos e até mais e penso: mas será que fulana ou fulano conhece e é amigo desta gente toda? Claro que não. Se formos a ver bem, a maior parte são almas perdidas que precisam deste alimento para o seu ego. Coleccionam amigos mas na realidade estão sós. Precisam desesperadamente de aprovação e contabilizam likes/ loves ou whatever e comentários, muito comentários. (Claro está que as páginas profissionais estão fora desta contabilização)
Eu considero-me uma privilegiada. Tenho amigos de infância, de adolescência e muitos da idade adulta. Amigos mesmo de coração! Amigos que sei que independentemente das circunstâncias, estarão sempre lá para mim (Este parágrafo é mesmo para os amigos já acima mencionados: Os invejosos!!)
Faz-me realmente confusão como é que se pode chamar amigo a uma pessoa que se conhece há meia dúzia de dias. Olho à minha volta e vejo surgirem “grandes amizades” de um dia para o outro, assim como, passado pouco tempo, também as vejo acabar com a mesma intensidade com que começaram.
Tal como num relacionamento amoroso, a amizade constrói-se passo a passo. Com avanços e recuos e só ficam os que valem a pena. Ah mas os que valem a pena, valem ouro, prata e platina tudo junto. A amizade deve ser alimentada, protegida, acarinhada e valorizada para que cresça forte e seja indestrutível.
É assim que vejo a amizade,
Só assim compreendo a amizade.



terça-feira, 8 de março de 2016

Da paciência...



Chega-se perto do Natal é a "enjoadice" do costume. Todos a desejarem Boas Festas uns aos outros, como se fossem todos muito amigos.... 

Depois vem o Dia da Mulher e é outra vez a mesma cegada.... que por acaso é hoje e já não aguento os facebooks e etc ...... Mais porque muitos dos que vêm a publico fazer grandes elogios às "suas" mulheres, depois maltratam-nas em privado...  

Depois há-de vir o Dia do Pai e é mais do mesmo.... Ai, ai meu querido pai e provavelmente  nem lhes telefonam a saber se estão vivos e de saúde.

No Dia da Mãe então é a loucura!! Toda a gente a elogiar as respectivas mães e quem já não tem elogia as dos outros. Também aparecem algumas mães a elogiarem-se a elas próprias...

Depois o Dia da Criança. Este então é do melhor!!! Não só as crianças não são supostas ter facebook (só a partir dos 13) como também vêm os clichês de não deixar morrer a criança que há em si, etc e tal . Please!!!!!

Estes clichés mal amanhados dão-me cabo da boa disposição.

A cereja no topo do bolo de tudo isto é quando alguns "iluminados" resolvem escrever qualquer coisa bonita a este respeito e depois... depois não sabem escrever !!! Dão erros de gramática, de concordancia, etc.... É lindo ! Passa a ser uma homenagem ao analfabetismo

Do acima exposto, retira-se a lição que a sociedade é cada vez mais cinica, hipocrita e interesseira

Não chegavam só os aniversários?

Mas alguém tem paciencia para isto tudo? Ou sou só eu que tenho mau feitio?


A solução passa por fazer um jejum das redes socias nestes dias. E pronto !